sábado, junho 12, 2021
InícioEnsino & Educação O que os alunos devem aprender?

O que os alunos devem aprender?

Todos sabemos que a realidade educacional, social e cultural mudou muito se comparada com as décadas anteriores. Quando olhamos uma foto de uma sala de aula dos anos 70 e 80 vemos alunos enfileirados, atentos a figura principal: o professor. O conhecimento era a única matéria-prima e o professor o artesão.

  • Hoje sabemos que as crianças da Educação Infantil iniciam o processo de escolarização com uma série de informações e habilidades desenvolvidas. Você quer um exemplo? Basta vermos como manuseiam o computador e seus programas. Professores que correm atrás do aprendizado de informática costumam ficar pasmos com a grande desenvoltura dos seus alunos na utilização de aparatos tecnológicos. Diante deste novo contexto, o que a escola deve ensinar a seus alunos? O que eles devem aprender?

Conhecimento é de extrema importância e, por muito tempo, só era considerado inteligente o aluno que fosse capaz de adquiri-lo e memorizá-lo. Podemos afirmar, inclusive, que o trabalho pedagógico consistia unicamente na reprodução do conhecimento. Porém, hoje, ensinar apenas os conceitos não basta. É preciso trabalhar com o aluno buscando que ele desenvolva habilidades e adquira competências. O aluno deve saber como buscar a solução de seus problemas, saber como conquistar e consolidar seu espaço na sociedade, bem como ter os instrumentos para apropriar-se da cultura, enfim, deve saber viver…

E a escola não pode e nem deve dizer que ensinar a viver é responsabilidade dos pais. Este posicionamento não é coerente se considerarmos os inúmeros fatores que envolvem o processo educacional. Hoje esta responsabilidade é compartilhada; é dever dos pais, da escola e da sociedade promover o desenvolvimento afetivo e intelectual que permita crianças e jovens tornarem-se adultos éticos, responsáveis e reflexivos.

Importante destacar que a escola deve transformar o aluno em um sujeito construtor do seu conhecimento, e o professor deve posicionar-se como um orientador desta construção. Situações do contexto social devem estar presentes na sala de aula e a aprendizagem deve ser responsável e compartilhada.

Se observarmos uma foto de uma sala de aula atual, ela tem o compromisso de ser diferente da foto dos anos 70. Os alunos devem estar em movimento, pois o mundo também está…

*Marcos Liba: Educador por amor e convicção. Licenciado em Ciências Sociais e especialista em Educação. Trabalhando como professor e gestor nas redes municipal e privada. Tendo a certeza de que a Educação é ponte para o desenvolvimento das pessoas.  Coordenador Pedagógico do COC Araraquara/SP. Autor do “Blog do Marcos Liba” 

Mineiros.com
Conhecida como "cidade saúde", acolhedora e em rápida evolução e crescimento, antigamente denominada a Princesinha do Sudoeste, Mineiros convida todos a uma visita para conhecer e investir nessa promissora cidade. Curta e contribua com o site enviando suas histórias, fotos e sugestões.
RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

  1. A expresse3o llyubing e9 jovem entre nf3s. Eu ouvi a respeito ne3o faz muito tempo. Embora com nome americanizado, o ato em si, e9 nosso velho conhecido. Eu mesma, na mais tenra infe2ncia, je1 sofria com esses efeitos era mifada, pequena, moreninha, cabelo crespo . usava botas ortope9dicas e f3culos para miopia ou seja, tinha todos os requisitos para sofrer com chacotas e discriminae7e3o. No entanto, desconhecendo que tal pre1tica pudesse ser um crime, nf3s, pequenos ou adolescentes, nos limite1vamos a ignorar ou lane7ar breves defesas diante daquelas situae7f5es. Vi muitos amiguinhos passando pelo mesmo, pore9m crescemos, esquecemos praticamente tudo isso, e acreditem sobrevivemos. Ne3o tomem minhas palavras como defesa ao llyubing, de forma alguma. Acho que deve, sim, haver punie7e3o, educae7e3o, discursos e bons exemplos para que esta pre1tica deixe de existir mas como naqueles tempos ne3o conhecedamos a dimense3o dos traumas, nem chegamos a nos traumatizar . superamos e deixamos para tre1s todas as ae7f5es pejorativas que nos foram atribueddas. Valeu, Marcelo. –

Most Popular

Recent Comments

Walley Marlos Pereira on José Alves de Assis
Marisley Gomes Martins on José Alves de Assis
Pedro Nicomedes de Rezende on José Alves de Assis
Pedro Carlos Cunha on Dom Eric Deichman & Lavoura
Rildo Rodrigues de Oliveira on Martiniano José da Silva
Rizan Luiz Pereira on Mercadão Municipal de Mineiros
laurecy cabral de mello on Martin Doido
antonio elviro de rezende on Mercadão Municipal de Mineiros
Diomar Rodrigues da Silva on Cachoeiras e riachos belíssimos em Mineiros
claudionor ramos goes on Dom Eric Deichman & Lavoura
Lucinda Freese Alves on Martin Doido
Jailton Araujo on Martin Doido
gilzete on Martin Doido
elias on Martin Doido
NARA RÚBIA on Time dos Gordos – 1964
Vinícius de Queiroz Rezende on Mineiros de Antigamente – Praças
Solene Lopes de Oliveira on Mineiros de Antigamente – Praças
jeovargues b resende on Martin Doido
angela.aparecida.sabina dos santos on Martin Doido
Norma Ataídes Ferreira Mota. on Time dos Gordos – 1964
juraci alves de alcantara on Fundador de Mineiros
degleiber de oliveira on Time dos Gordos – 1964
Carlos |Alberto Flores Chaves on Mineiros de Antigamente – Prefeitura & Comiva
marcelo de oliveira sousa on Mineiros de Antigamente – Praças
WAGNER IRINEU SOUSA on Mineiros de Antigamente – Praças
valter machado costa on Martiniano José da Silva
eide araujo on Mineiros1941-7
Josias Dias da Costa on Mercadão Municipal de Mineiros
João Bosco Barbosa de Souza on Cachoeiras e riachos belíssimos em Mineiros
Ivan Ferreira Domingues on Mineiros de Antigamente – Fotos Aéreas
Mineiros.com on Fundador de Mineiros
silverio on Fundador de Mineiros
Josias Dias da Costa on Fundador de Mineiros
wesley martins da silva on Paulo Freire
jonnathan on Paulo Freire
Celino Alexandre Raposo on Paulo Freire
Nice on Paulo Freire
Rita de Cássia Martins Medeiros Costa on CAD – Cidadania com Amor e Disciplina
Maryland on Paulo Freire
ilcilene ferreira de sousa on A escola serve para que?
ilcilene ferreira de sousa on Mãe e Aluna sobre disciplina do CAD Tol. Zero
Marta Maria de Paula Aragão on CAD – Cidadania com Amor e Disciplina