A Secretaria de Fazenda de Mineiros por meio do departamento de Fiscalização, Postura Arrecadação e Tributos, interditou na tarde da última segunda feira (17/04), a Comunidade Terapêutica Resgatando Vidas, localizada as margens da rodovia BR 364 próximo ao Ribeirão Coqueiros.

A Comunidade que atualmente conta com apenas 4 internos foi lacrada por ausência de alvará entre outras irregularidades.

Pesa ainda sobre a administração da entidade que hoje é dirigida pelo odontologo Gease Santos, um processo instaurado pelo Ministério Público que investiga além de diversas falhas administrativas, o desvio de verba pública.

As investigações tiveram inicio a partir do momento em que o Ministério Público de Mineiros começou a receber denuncias de má administração dos recursos recebidos e tratamento inadequado oferecido pela atual gestão da comunidade aos internos.

Em uma das denuncias recebidas pelo MP, um dos internos declara que tem que se deslocar da comunidade para a cidade a pé, em busca de tratamento de saúde, enquanto que um dos três veículos pertencentes a Comunidade, um Honda civic, é utilizado de forma irregular, para uso particular de Gease Santos.

Chamou a atenção dos órgãos de fiscalização como Conselho Municipal de Ação Social e de saúde, Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros foram pendências sanitárias e de segurança que afetavam o funcionamento do local, já a promotoria notou muita precariedade no local e presença de irregularidades até ambientais.

Acatando determinação do MP, foi suspenso em janeiro desse ano, o repasse de mais de 8 mil reais feito mensalmente pela Prefeitura de Mineiros.

Compartilhar
Liah Resende

Jornalista, Web Repórter e divulgadora de notícias sobre a nossa cidade de Mineiros.

1 COMENTÁRIO

  1. Esse pastor é farsa, este Honda Civic e CLONADO, ele foi até a cidade de Caçu Goiás falsificou minha assinatura e retirou 2 via do recibo do carro.

    A polícia vai te pegar pastor fajuto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here