parque das emas

Emas, Lobos, Tamanduás, Bioluminescência..

O Parque Nacional das Emas é uma das unidades nacionais de conservação e proteção integral da natureza. Fica situado no sudoeste goiano e compreende uma área superior a 132 mil hectares dos municípios de Mineiros/GO, Chapadão do Céu/GO e Costa Rica/MS.

Esse parque foi criado pelo Decreto Presidencial número 49.874, de 11 de Janeiro de 1961 (Presidente Juscelino Kubitschek) e sua área foi retificada pelo Decreto 70.375, de 6 de Abril de 1972. Encontram-se preservadas pelo parque várias nascentes dos rios Jacuba e Formoso, afluentes do rio Parnaíba da bacia do rio Paraná.

Essa unidade de conservação pode ser acessada por Serranópolis/GO, por Chapadão do Céu/GO e pelo mais recente portal de entrada, situado em Mineiros/GO. Atualmente o Parque das Emas é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Como todo Parque Nacional, o Parque das Emas também possui um Plano de Manejo. Clique Aqui para conhecer.

emas
Mineiros é a cidade com melhor estrutura de atendimento turístico

Informações Importantes

DENOMINAÇÃO: Parque Nacional das Emas

BIOMA: Cerrado

ÁREA: 132.642, 0700 hectares

ENDEREÇO: Rod GO 206 KM 27/ Caixa postal nº115- Chapadão do céu/GO – CEP:75828-000

TELEFONE: (64) 3929-6000/ 9642-7181

DISTÂNCIAS

– 420 km de Goiânia-GO.

– 500 km de Cuiabá-MT

– 550 km de Campo Grande-MS

– 650 km de Brasília-DF.

O Parque das Emas é cortado pelas rodovias BR-364, BR-060, GO-194 e GO-341. Da cidade de Mineiros até o portão do Jacuba percorre-se 88 Km de estrada asfaltada.

Bioluminescência

Um dos fenômenos muito conhecido no Parque das Emas é a ocorrência da bioluminescência. Ela advém de larvas depositadas em cupinzeiros, que são muitos nesta unidade de conservação nacional. Para se ter uma ideia, a densidade de cupinzeiros no parque pode chegar a mais de 300 por hectare. Os organismos responsáveis pela bioluminescência são larvas de um tipo de vaga-lume, denominado Pyrearinus termitilluminans, nome científico relativo à iluminação (Pyrearinus: significa fogo, luz). O local onde as lavras se e o efeito que produzem (termitilluminans: relacionado a termiteiro iluminado).

As larvas surgem em proteção no cupinzeiro, abrigo que as mantém longe das presas naturais. Somente a região anterior do seu corpo fica exposta à noite. As larvas capturam suas presas e as levam para dentro dos túneis para se alimentar. Esse fenômeno é observado no Parque Nacional das Emas mais frequentemente na época do início das chuvas e no início da noite. Dias quentes em que há pancadas de chuvas são os mais favoritos ao fenômeno.

larva no cupinzeiro
Larva e Bioluminescência

Um estudo realizado pela pesquisadora Ana Cláudia T.P. dos Santos detectou que as larvas maiores ficam na região mais alta dos cupinzeiros e que esses cupinzeiros mais altos acabam tendo um maior número de larvas. A pesquisa sugere que os ovos são depositados no solo, próximo dos cupinzeiros; depois do nascimento das larvas é que elas ocupamos cupinzeiros. Há grandes demonstrações de que as larvas não se sustentam dos cupins residentes, mas sim dos insetos da superfície do cupinzeiro e eventualmente elas também se alimentam durante o dia.

conhecer parque emas
Todo Segundo Domingo do Mês – Visita ao PARQUE NACIONAL DAS EMAS.
Atendimento aos Turistas:
TEL (64)3661-0006 ou (64)3661-0005
cat.mineiros@gmail.com, turismo@mineiros.gov.br, afc.mineiros.go@gmail.com

 

REPORTAGENS E VÍDEOS SOBRE O PARQUE DAS EMAS

 

Compartilhar
Mineiros.com
Conhecida como "cidade saúde", acolhedora e em rápida evolução e crescimento, antigamente denominada a Princesinha do Sudoeste, Mineiros convida todos a uma visita para conhecer e investir nessa promissora cidade. Curta e contribua com o site enviando suas histórias, fotos e sugestões.