Introdução ao Estudo da Educação em Mineiros – Final

0
623

A segunda Instituição de ensino superior a se instalar em Mineiros, foi um Polo de Ensino da Universidade Estadual de Goiás – UEG, no ano de 2001, com dois Cursos Superiores: Licenciatura Plena Parcelada em Letras Português/Inglês e Geografia, só tendo se transformado em Unidade Universitária de Mineiros, como se encontra, em 2005, iniciando em 2006 com dois Cursos Superiores de Tecnologia e Redes de Computadores, contando atualmente com mais dois cursos: Tecnologia em Produção Sucroalcooleira iniciado em 2009 e Bacharelado em Ciências Econômicas no segundo semestre de 2010; notando-se que somente 16 anos após a criação da Fimes, ora Unifimes, é que se instala um outro curso superior na cidade, publica, gratuito, laico, empenho da prefeita Neiba Maria Moraes Barcelos e professor José Maria Souza. Apesar das dificuldades na efetivação da ideia, a UEG é uma oportuna iniciativa do governador Marconi Perillo, de 16 de abril de 1999, tendo como filosofia político-educacional básica, interiorizarmos o ensino superior no Estado. A Unidade Mineirense funciona em prédio próprio. Conta atualmente com 183 alunos, Biblioteca com acervo bibliográfico de 2.700 livros, homenageando a saudosa professora Luzia da Silva Moraes, “Luzia Morena”, Auditório, professor. “Joaquim Elias de Souza” e diretor-geral, professor José Maria de Souza.MartinianoJSilvaMineiros

A terceira Instituição Universitária a se aportar em Mineiros, iniciativa local da professora Maria Luiza Carvalho Luciano, é uma Unidade da Universidade do Norte do Paraná – Unopar, em 2005, que tinha sede em Londrina, Paraná. Iniciativa da Professora Maria Luíza Carvalho Luciano, nasceu em parceria com o Colégio Nascentes do Araguaia – ENA –, onde funciona como Sistema de Ensino Presencial Conectado, vale dizer, On-line (em linha), pra não dizer, à distância, com os cursos de Administração de Empresas, Gestão de Recursos Humanos, Pedagogia e Gestão Ambiental, neste 2º semestre de 2013, onde estudam 300 alunos. Há ainda, Pós-Graduação, lato senso, MBA. Coordenada pelo professor Fabrício Baía, mantém uma Biblioteca com 300 a 400 livros especializados, em âmbito educacional e administrativo. Onopar é uma marca Kroton, com mais de 45 anos de experiência que, por sua vez, visando fomentar o progresso educacional na sociedade brasileira e outras diásporas, associou-se ao Grupo Anhanguera Educacional Participações S.A. (abril de 2013), tornando-se, assim, o maior Grupo de Educação à distância e presencial da América Latina.

A quarta Instituição Universitária chega a agosto de 2006, através de Diogo Martins Garcia, vindo de Jataí, seguido por Rui Carlos Rezende Silva e atualmente Miriam Silva Oliveira e advogado Túlio Duarte Spíndola, a Rede Escolar de Ensino Superior LFG, instalada inicialmente na Avenida 3, Centro, ora em frente ao Fórum “Ademir Rodrigues dos Anjos”, mantendo 92 alunos cadastrados. Seu dono é o renomado jurista Luiz Flávio Gomes, que a fundou em São Paulo e espalhou pelo País através de franquias, onde se tornou conhecida, sobretudo nas disciplinas vinculadas ao interesse da OAB, como chegou em Mineiros. Trata-se de oportuno estudo tele presencial da rede citada, já vinculado ao grupo Educacional Anhanguera, que chegou por aqui na mais plena era da informação, da velocidade e das transformações rápidas, como nunca se viu, prestando importantes serviços à Educação Superior local e região no nível de Pós-Graduação latu sensu, inicialmente endereçado aos advogados, posteriormente ampliado em outras áreas, sendo destaque suas ótimas aulas proferidas nos diversos cursos: Direito Empresarial, Advocacia Empresarial, Segurança Pública, Segurança no Trabalho, Direito Civil, Direito Trabalhista, Constitucional, Administrativo, Tributário, Criminologia, Política Criminal, dentre outros, todos de ensino laico, particular, orientados inclusive por biblioteca virtual, apoiando os alunos com material selecionado.

A quinta Instituição Universitária é o Centro de Ensino Superior Rezende & Potrich Ltda, de âmbito particular, laico, tendo como mantenedora, a Faculdade Mineirense – Fama, com credenciamento oficial divulgado no Diário Oficial da União no ano de 2007. Fundadores: Vanir Potrich, presidente da mantenedora, Alessandro Rogério Barros de Rezende, diretor-geral sra. Morgana Potrich Rezende, diretora Administrativa e Financeira da Fama. Em julho de 2007, a Faculdade iniciou suas atividades letivas com os cursos autorizados: bacharelados em Enfermagem, Farmácia e Nutrição, com quase todos os professores vindos de fora: Rio Verde, Goiânia, Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, dentre estes, que se tornaram coordenadores, Renner Raimundo e Rodrigo Rezende Silva, sem esquecer uns poucos da Terra: Joel Ribeiro Mota, Glaucemir Souza Silva, Lucas Azevedo e Kepler Alves Rezende, ocasião em que se passou a ver, pela primeira vez na história da educação superior local, a mocidade mineirense com sapatos e aventais brancos, adequados aos cursos técnicos anunciados; sendo que Odontologia, também bacharelado, teve início em janeiro de 2008, com os cursos citados, obtendo o grau de reconhecimento pelo MEC em 2912. Em 2011, Fama conseguiu mais dois cursos autorizados a funcionar em suas instalações: Direito e Psicologia, sabendo-se que mantém sete cursos e conta com pouco mais de mil acadêmicos, matriculados.

Sediada em prédio alugado (antigo Instituto Erasmo Braga, 2ª Avenida, frente à Praça Deputado José Alves de Assis, nº 58), Fama, alem da sede, tem um Campus em prédio próprio na Avenida Antônio Carlos Paniago, frente ao Hospital Nossa Senhora de Fátima, onde mantém laboratórios e outras exigências técnicas adequadas às aulas práticas. Dirigem os cursos, Direito, Taisa Antonello, Enfermagem: Rosibel Aparecida Soares, Farmácia: Fábio Machado, Nutrição: Aline Costa e Silva, Fisioterapia: Renne Raimundo, odontologia: Rodrigo Resende Silva, Psicologia: Murilo Alfaix; em aspecto institucional, além dos fundadores referenciados, vice-diretor: Thiago Carvalho Sampaio e diretora Pedagógica: professora Daiana Sganzella, notando-se, pelos nomes e sobrenomes descritos, a forte presença dos segmentos étnicos do Sul e Sudeste, começando pelos fundadores. Teórica em filosofia política pedagógica imagino a Fama formando integralmente os acadêmicos como profissionais competentes, com missão junto as comunidades carentes, atuação pautada na defesa dos direitos fundamentais e princípios democráticos.

Sexta Instituição de Ensino Superior a chegar por aqui, foi o Polo Universitário de Mineiros, vinculado à Universidade Aberta do Brasil – UAB, com extensão da Universidade Federal de Goiás (UFG) e Universidade Estadual de Goiás (UEG), voltado para o desenvolvimento da modalidade de educação à distância, visando democratizar, expandir e interiorizar a oferta de ensino superior, público, gratuito, laico, de qualidade. É de 2009, conveniada. e resulta de feliz parceria UFG/Prefeitura de Mineiros, gestão prefeita Neiba Barcelos, garantia legal de criação e instalação, Lei nº 1404/2009, de 2 de março do ano citado. Começou com o curso de Administração Pública, parceria UAB/UEG, 50 alunos matriculados, na Escola Estadual “Maria Aparecida Paniago”, Rua Cabeceira Alta, Qd. 20 Lt. 8, Setor Iores. Em 2010, parceria UAB/UFG, os cursos de Artes Visuais, Educação Física, Física e Ciências Biológicas; vendo-se que dos 26 matriculados em Física, só continuam 3 alunos, 6 dos 25 das Ciências Biológicas, 15 dos 35 da Educação Física e 14 dos 35 de Artes Visuais. Cursos de graduação e pós-graduação, criados e iniciados em 2013, UAB/UFG e UAB/UEG: Administração Pública, Ciências Biológicas, Computação, História e Especialidade em Gestão Pública, notando QUE há pós-graduação à distância, parceria UAB/UEG, Especialização em Metodologia do Ensino Fundamental, Educação para a Diversidade e Cidadania, Gestão Pública e em Mídias na Educação, dentre outros importantes aperfeiçoamentos.

Coordena o Polo UAB Mineiros, a professora Marlene Ribeiro Santiago, Secretária, Cleuma Santos Rodrigues, Técnico de Laboratório, Luiz Pereira Gomes, Coordenador Instituto Federal Goiano (IFGO), Marta Irineu Brito Rezende, Atendente Biblioteca, Rosana Morais Avelar e Serviços Gerais, Sandra Doimo/Fernanda, sem esquecer os tutores para todos os cursos: Adaline Franco, Claúdia Patrícia, Diovana Ferreira, Jurema Soares, Patrícia Rezende e Wilker Pedriel; Dagmar Lúcia, Fátima Araujo, Letícia Rezende, Rosana Moraes e Wagner Oliveira; Jair Ribeiro e Marilda Vieira; Deise Katiuscia, Giovana Manfrim, Maurício Joaquim e Vanessa Araujo Há 6 servidores cedidos pela Prefeitura local, 17 profissionais pela Capes/MEC, 168 estudantes dos cursos de graduação, 66 de pós-graduação e 77 alunos em cursos técnicos, totalizando 311 pessoas buscando profissionalizar na EAD/UAB de Mineiros.

Somos, assim, seis Instituições de ensino superior, totalizando 3.535 alunos universitários, matriculados, 80% dos cursos particulares, de outras cidades e só 20% da Unifimes, onde são maioria os mineirenses, numa população local estimada pelo IBGE/2013 em 58.061 habitantes, fato que, certamente, não significa que já somos uma cidade universitária, começando por não atendermos à definição de Houaiss (2001), do século findo, “…complexo urbanístico destinado a estudantes residentes em outras localidades, e que comporta pavilhões residenciais, praças de esporte, biblioteca, restaurante, centros de lazer, etc.”; em segundo lugar, por nos faltar ambiente acadêmico (Universidade), com os requisitos básicos de ensino, pesquisa e extensão; carência de consciência crítica, cultural, política e filosófica; mostrando que crescemos mais do que desenvolvemos; restando-nos, contudo, a certeza de que somos, segundo as professoras, dra. Maria do Carmo Ribeiro Abreu e mestra Irondina de Fátima Assis, com quem me alinho, uma forte tendência ao ambicionado status de cidade universitária.

(Martiniano J. Silva, advogado; escritor; membro do Movimento Negro Unificado (MNU), da Academia Goiana de Letras e Mineirense de Letras e Artes, IHGGO, Ubego; mestre em História Social pela UFG; professor universitário; articulista do DM; e-mail: martinianojsilva@yahoo.combr)

Compartilhar
Mineiros.com

Conhecida como “cidade saúde”, acolhedora e em rápida evolução e crescimento, antigamente denominada a Princesinha do Sudoeste, Mineiros convida todos a uma visita para conhecer e investir nessa promissora cidade. Curta e contribua com o site enviando suas histórias, fotos e sugestões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here