Dom Mathias – Pároco Beneditino

0
558
dom-mathias-paroco-beneditino-goias
Dom Mathias Schmidt

No dia 02 de janeiro 1962 o então Bispo empossado de Jataí, Dom Frei Benedito Coscia, trouxe para nossa região para conhecer sua diocese D. Matthias Schmidt e D. Stephen Burns. Naquela época eles passaram e visitaram vários lugares como Caçu, Cachoeira Alta, Jataí, Serranópolis, Mineiros, Santa Rita do Araguaia e Quirinópolis. Depois de seis dias de viagem e 1700 km transcorridos, os monges tinham visto o suficiente para fazer sua escolha.

Apesar de se situar aproximadamente 30 km fora da rodovia federal, o que era uma dificuldade a mais de acesso, Mineiros tinha uma boa estrada. E não foi somente a estrada que levou os monges a essa cidade. Os terrenos da paróquia eram grandes e a igreja paroquial linda, construída no centro da cidade, com uma torre magnífica e três altares belíssimos de mármore. Conheceram a vitalidade das festas e movimentos eclesiais – o Apostolado da Oração, as Cruzadinhas e as Filhas de Maria. Além de tudo isso, nosso povo mineirense foi muito amigo e familiar, e esse povo de mineiros tinha fama de ser acolhedor e com espírito de colaboração.

D. Matthias e D. Stephen conheceram o vigário substituto, Padre Vicente Tobben, religioso da Congregação da Paixão de Jesus e pároco da Paróquia Divino Espírito Santo em Caiapônia. Encontram também as Irmãs da Sagrada Família, administrando já há cinco anos o ginásio Santo Agostinho, e as Irmãs Franciscanas Penitentes Recoletinas, administradoras do Hospital Nossa Senhora de Fátima em fase final de construção. Conheceram o Hospital Samaritano e o Colégio Presbiteriano prestando belo serviço à população local e de toda a região.matriz espirito santo mineiros

O povo de Mineiros recebeu os monges beneditinos com alegria, em um momento de graça. Os monges estavam desejosos de acertar o lugar onde fundariam o seu mosteiro. O povo mineirense estava sentindo a possibilidade de não ter mais um padre residente. A população, predominantemente católica e proveniente, em sua maioria, do Triângulo Mineiro e do Nordeste do Brasil, estava acostumada a ter o padre morando na paróquia desde sua criação, em 1913. A chegada de não apenas um, mas de três padres para morar em Mineiros alegrou e animou os corações.

As autoridades e lideranças do município se apresentaram, confirmando a disposição da população de trabalhar em conjunto, convidando e apoiando os monges estrangeiros a somar esforços para o bem da população urbana e rural. Saborearam as delícias culinárias das senhoras que generosamente ofereceram o almoço para os visitantes e um jantar festivo no final de um dia cheio de encontros e encantos.

Em seu relato desta visita, juntamente com a narrativa das visitas às outras cidades da Diocese, D. Matthias escreveu que Mineiros, embora longe da capital, havia atividades, planos e esperança para o futuro. Assim, no dia 07 de março, Dom Benedito e D. Stephen fizeram uma visita ao Padre Vicente Tobben na casa paroquial para anunciar que os monges fariam, em breve, a fundação do seu mosteiro em Mineiros e assumiriam a Paróquia Divino Espírito Santo.

festa-chegada-monges-beneditinos-mineiros-dom-mathias
Festa para receber os Monges Beneditinos que chegaram em 26 de abril de 1962

D. Matthias e D. Stephen levaram suas coisas para a casa do Bispo em Jataí, permanecendo lá nos dias 24 e 25 de abril. No dia 26 de abril de 1962, os três monges beneditinos chegaram a Mineiros acompanhados por Dom Frei Benedito Coscia onde, junto com todo o povo da cidade, já esperavam por eles os padres: Marques (CSsR), Padre Guilherme (CP) e Padre Vicente Tobben (CP). A recepção foi muito animada e esse dia marcou a fundação do Mosteiro São José, estabelecido provisoriamente na casa paroquial.

Essa foi a história da vinda dos monges Beneditinos para nossa querida cidade de Mineiros/GO.

dom-mathias-shimidt-mogne-beneditino

DOM MATTHIAS W. SCHMIDT

D. Matthias nasceu em 21 de abril de 1931, em Nortonville, uma pequena e aconchegante cidade do Kansas, nos Estados Unidos. Era criança quando seu pai, Leo Peter Schmidt faleceu.

Ele, sua mãe, Ana Weishaar Schmidt, e seus irmãos Leon, Jerome e Lucy mudaram-se para a cidade de Atchison, onde iniciou os estudos, fez a primeira comunhão e, mais tarde, quando terminou a faculdade, ingressou na Abadia de São Bento. Ali ele fez sua profissão monástica trienal no dia 11 de julho de 1952 e a solene no dia 11 de julho de 1955. No dia 30 de maio de 1957, recebeu a ordenação sacerdotal.

Foi o pioneiro da missão no Brasil onde chegou no dia 23 de fevereiro de 1961, sendo prior e pároco. Foi ordenado bispo no dia 10 de outubro de 1972 sendo nomeado como auxiliar na Diocese de Jataí e, posteriormente, Bispo da Diocese de Ruy Barbosa, Bahia.

Faleceu em 22 de maio de 1992, em Utinga, enquanto rezava o terço e aguardava o momento da celebração eucarística.

Compartilhar
Mineiros.com
Conhecida como "cidade saúde", acolhedora e em rápida evolução e crescimento, antigamente denominada a Princesinha do Sudoeste, Mineiros convida todos a uma visita para conhecer e investir nessa promissora cidade. Curta e contribua com o site enviando suas histórias, fotos e sugestões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here