Aluno é morto a tiros no pátio da escola

0
253

O estudante do 9.º ano Gustavo Pacheco da Silva, de 16 anos, foi executado com 5 tiros quando estava no pátio da escola estadual Cesário Neto, em Cuiabá (MT), minutos antes das 8 horas, horário de início das aulas neste segundo semestre de 2011. Os tiros teriam sido desferidos pelos alunos Vinícius Toledo e Maurício da Silva, ambos de 18 anos. O crime aconteceu na presença de alunos e professores.

A assessoria jurídica da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) acredita que o crime esteja associado ao uso de drogas.

“O fato não é isolado e não é um retrato apenas da educação no Estado. É um retrato da violência registrada hoje no Estado”, disse o assessor Uirá Escobar.

Os dois saíram em fuga em uma moto, mas logo em seguida foram presos por policiais militares. Eles portavam um revólver Taurus, calibre 38, com cinco munições.

De acordo com alunos que preferiram não se identificar, a vítima ainda correu para o corredor da escola pedindo socorro, mas não resistiu e caiu.

Segundo informações os envolvidos já tinham entreveros anteriores. “Foi uma espécie de acerto de contas”, disse o Major Manoel Bugalho. As aulas foram suspensas até segunda-feira. A família do estudante não aceita a versão policial e diz que Gustavo se matriculou “para ter um futuro”.

Até quando haverá violência desse tipo nas escolas, pessoas armadas andando normalmente no pátio das escolas públicas, esse é a Educação que o Brasil merece? Projetos de combate à indisciplina solucionarão esse problema?

Compartilhar
Mineiros.com
Conhecida como "cidade saúde", acolhedora e em rápida evolução e crescimento, antigamente denominada a Princesinha do Sudoeste, Mineiros convida todos a uma visita para conhecer e investir nessa promissora cidade. Curta e contribua com o site enviando suas histórias, fotos e sugestões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here